Atitude do Pensar

Atitude do Pensar

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Preciso de tempo! Onde compro?



Desde segunda, por falta de tempo, ando num estresse enorme. Com isso, tenho refletido sobre a relação entre a humanidade e o tempo.
Em breve discorrerei algumas palavras sobre esse tema.
No momento, aquela velha sensação de que o tempo está escorregando entre meus dedos.
Como preciso priorizar minha leitura para o desenvolvimento do pré projeto do mestrado, vou lá organizar-me.
Diante disso, estarei um pouco distante dos blogs queridos e daqui.
Mas somente um pouco, pois reduzirei as postagens e as visitas, mas vez ou outra irei aparecer.

[The Cranberries - Zombie]

21 comentários:

  1. Esse tempo é danado mesmo. Bons trabalhos por aí! beijos tudo d bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Quer comprar tempo?! Estou vendendo.rs

    Keila, te desejo o mesmo q a Chica desejou.

    Gosto muito do Cranberries.

    ResponderExcluir
  3. tempo é escolha, sempre. no seu caso indicaria a compra de uma relógio sem ponteiros, pra você marcar com a pele o ir e vir de cada coisa...

    ResponderExcluir
  4. e a proposito, fiquei curiosa, sobre o que será seu mestrado?

    ResponderExcluir
  5. vamos sentir sua falta, mas é por uma boa causa!

    ResponderExcluir
  6. Como assim distante? Vai sair da minha lista top 5 cometadores? depressãomodeon.

    ResponderExcluir
  7. Que pena Keila,
    nao suma, e tenha um tempo bem aproveitado então!

    ResponderExcluir
  8. Estou de férias e acho que me falta tempo... ahahah

    Acho que é crônico... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, querida amiga Keila.

    Eu sentirei saudades, mas você estará buscando novos horizontes. Que a luz divina ilumine seu caminho, e que seus projetos se realizem.
    Deus a abençoe, menina do bem.

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  10. Obrigada pela atenção e carinho que recebi de você.

    ResponderExcluir
  11. Já começou a ganhar tempo!
    Deixe coisas menos importantes de lado.

    Beijo

    ResponderExcluir
  12. aaaa
    primeiro eu depois você!
    não se eskeça do blog viu, adoro suas postagens, e sempre que posso passarei por aqui!
    não me eskeça também!
    ausuash
    beijinhos colloridos

    ResponderExcluir
  13. Já estou sentindo sua falta, mas fazer o que? Estava há pouco pensano nos gregos que adoram deuses e que tinham dois deuses do tempo. Deve ser justamente por causa da complexidade acerca do tema. Também ando pensando em escrever a respeito.

    bacio e boa sorte com os projetos

    ResponderExcluir
  14. Ah.... que pena!!!

    Gosto tanto dos seus textos...

    Pois bem, sentirei saudade!!!!

    Beijão

    Obs: Sorte no pré projeto!!!

    ResponderExcluir
  15. Bem... Estou chegando agora por aqui e gostei bastante do blog e espero ler mais dos seus pensamentos... Muito bom! Parabéns! Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  16. Olhá, eu não, mas se você achar um mercadinho que venda me passe o endereço porque também quero comprar uma caixa fechada, pra tempo extra! rs.

    Boa sorte no pré-projeto! (:

    Bisous =**

    ResponderExcluir
  17. Keila,
    Não sei porque o seu Blog não está atualizando no Vinhetas, deixa estar, adicionei-o no favoritos para não perder as suas postagens... Outro dia li do Leonardo Boff (sem julgar) que o tempo é a tardança daquilo que se espera. É um trecho de Martin Fierro, um poema de José Hernandez que ele citou e não consigo mais enxergar as coisas de outra maneira...
    Sobre o post “Quando o diverso é o padrão” a primeira parte é uma coisa tão particular, mas também impossível de não se enxergar ali dentro. Fiquei pensando: Quantos de nós somos assim. Depois você resolveu explicar e o fez de forma didática e minuciosa, com exemplos, como o da musica sertaneja, confesso que fiquei corado porque também defendo a inclusão e acabei por ter atitudes como a sua e jamais me permiti pensar sobre elas (até agora)... Gostei muito da frase em que você diz que “grande parte das relações nascem da identificação”, até aí ok, depois me perdi no seu pensamento e não consegui compreende-la. Bom, fico com o prazeroso exercício de ler mais um montão de vezes enquanto você estiver ausente. Muito obrigado pelo texto e abraços...

    ResponderExcluir
  18. A falta de tempo é um problema que atinge à quase todos nos tempos modernos, rs
    Tb sofro desse mal.
    Que bom que vc estará preparando o pré-projeto do mestrado, espero q dê tudo certo.
    Bju!

    ResponderExcluir
  19. Estou tão em débito com as respostas...

    Chica, infelizmente essa semana foi uma mais improdutivas, mas tenho me esforçado.
    Beijo

    Roderick, já que você mora pertinho e está com tempo, vou contratá-lo para me ajudar...rsrs

    Débora, nessa semana mais fuqie do que fui.
    O projeto tem a temática da efetivação dos direitos humanos no contexto africano e será em antropologia.

    Long Haired, é mais fácil vir escrever os textos e dar uma passeada pelo cantinhos, aqui que é o problema - responder...rsrs

    Lu, sou tão viciada em suas palavras que é impossível tirar férias de você. Mesmo sem tempo, estar lá é um refúgio, vezes refrigério, vezes tortura.

    Cris, tô me esforçando pra tentar realizar as visitas, e cá pra nós, quando estou estressada não tem nada melhor.
    Um beijo

    Dama, você é uma cretina (no bom sentido), me deixou com vontade de férias.

    Querida, Maria (Amapola), sempre que possível estarei lá.
    Abraços com carinho

    Blue, tenho conhecido pessoas tão especiais por aqui que por esse motivo, não considero mais ou menos importante, apenas me afasto um pouco pela necessidade. Na vida real não é assim?
    Um beijo

    Fabby, que bom que me entende. Vamos nos esforçando por manter contato. Não se esqueça que tenho seu e-mail. rsrsrs

    ResponderExcluir
  20. Lunna, querida. Sempre me perco na reflexão sobre ele - o tempo -, ainda não descobri que governa quem.

    Suzi, ainda te espero por aqui - BH.
    Boas férias!!!!

    Leonard, assim que possível dou uma passada pelo seu canto. Obrigada por estar aqui.

    Luana, se eu encontrar compro pra nós duas e te mando de presente...rsrs

    Peterson, geralmente escrevo como falo, sei que às vezes fica difícil entender...rsrs
    Ah, eu gosto do Leonardo Boff, por isso refleti sem juízos...rs

    Thel, AMO Cranberries, até hoje não acredito que fui no show deles ano passado.
    Bjin

    ResponderExcluir