Atitude do Pensar

Atitude do Pensar

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Homofobia à africana

Que ser humano é contraditório, muitos concordam. Mas visualizar uma bandeira que defende a liberdade e justiça, nascida do desejo pela emancipação da ditadura, que fora perpetuada por longos anos em Gana, e associar tudo isso ao posicionamento do atual governante, Aidoo, acerca dos homosexuais, leva-me a uma reflexão dolorosa.
Na manhã de ontem, o site outraspalavras apresentou o artigo abaixo, que descreve o pedido de Aidoo à população de Gana, para que estes "dedurem" os homosexuais. Compreendo que, isso nada mais é, do que uma reprodução da discriminação, porém, em outro formato. Pois, se antes, num passado não muito distante, os negros eram discriminados pela cor (o que bem sabemos que ainda persiste em todo universo que refere-se a habitação de humanos), hoje, os homosexuais deverão ser encarcerados devido sua opção sexual.
Ainda não digeri essa informação, e, sinceramente, novamente sinto-me envergonhada em ser uma humana e também cristã.
Mas lembrou-me de uma discussão com um amigo que morou na África do Sul. Este, contou-me que obsevou que, apesar do fim do apartheid, há uma reprodução constante deste, pela própria população. Nesse sentido, compreendo que ações devem ser tomadas. Medidas que trabalhe a construção da cultura, pois a discrimação é algo que é reproduzido por anos, fazendo então, parte da cultura. Portanto, cabe a mudança na base.
E a dúvida ainda persiste...

Por Luís F. C. Nagao

Em novo sinal de como o conservadorismo moral atormenta a África, o ministro responsável pela região ocidental de Gana, Paul Evans Aidoo, pediu ao serviço de inteligência para rastrear e prender todos os gays e lésbicas.“Todos os esforços estão sendo feitos para livrar a sociedade destas pessoas”, afirmou o católico Aidoo, que também pediu aos proprietários de terra e imóveis para informar sobre pessoas suspeitas de serem homossexuais.
Aidoo parece usar como pretexto um artigo do Código Penal de Gana (de 1992), que condena “relações carnais não naturais”. Embora a Constituição garanta a não-discriminação por motivos de raça, local de origem, opinião política, religião, credo ou sexo, não menciona opção sexual.
A declaração ocorre no contexto de preparativos para as eleições, marcadas para fevereiro próximo de que no ano que vem haverá eleições no país. A Convenção Nacional do Povo (PNC), partido de Aidoo, está no poder. Tem havido eleições regulares desde 1992, quando uma nova Constituição pôs fim a 26 anos de golpes militares e instabilidade.
Ouro e domínio europeu: Localizada no Oeste da África (Golfo da Guiné), com 11,5 milhões de habitantes, Gana é parte de uma região que sofreu, desde o século 15, ocupações europeias. Aos portugueses, primeiros a chegar, sucederam-se holandeses. Rica em ouro, a região foi também explorada por ingleses, dinamarqueses e suecos. Em 1896, a Inglaterra assumiu seu controle, que manteve até a independência (1957). Um governo nacionalista, que contribuiu para a criação da União Africana, foi deposto em 1966, num golpe em que há suspeita de participação da CIA.
As jazidas importantes de ouro, ainda não esgotadas, e exportações de manganês, diamantes, chumbo e bauxita, fazem do país uma nação de renda média. Descobriu-se um grande campo de petróleo em 2007. A economia cresceu 14,33% em 2010 – o segundo maior índice do mundo. No entanto, há enorme desigualdade: 65% dos adultos são analfabetos e a expectativa de vida é de 60 anos.
Religiões africanas, que predominavam até a colonização, são ainda praticadas em certas regiões, mas o islamismo (15%) e cristianismo (69%) predominam. Assim como em outras partes da África, é desta última matriz religiosa que partem as pressões homofóbicas

11 comentários:

  1. estar em seu blog também é cultura...

    beijos minha querida!

    Bia

    ResponderExcluir
  2. Respirei fundo aqui para não dizer ou nem mesmo pensar uma daquelas palavras que soam como desabafo, mas que na verdade são palavrões, segundo os humanos aí de fora, os mesmos que impõe ritmos e tudo mais que se possa imaginar uns aos outros. Concordo com você, dá uma vontade de não ser humana, ser canina, felina. Sei lá.
    Por isso que eu digo, religião é uma grande M...... e o pior é que há os cegos fervorosos, ditos conservadores que concordam com tudo isso. E onde está a tal frase "amai uns aos outros"? O amor então tem preceitos e regras?aff
    Respirando fundo...

    ResponderExcluir
  3. infelizmente, nenhum estado é o que assume nos seus princípios, na sua constituição, na sua bandeira. porque o estado é o homem e o homem é um projecto que tarda em ganhar os contornos essenciais da obra...
    um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Esse tipo de coisa me espanta por saber que estamos no século XXI e isso ainda acontece.

    Certamente o líder que iniciou tudo isso e seus seguidores deve ter um problema sério com sua própria sexualidade.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. na falta de uma guerra civil eles "inventam" de tudo!

    ResponderExcluir
  6. Bem interessante saber disso...

    Li teu comentário e vou te mandar uma LIA pro empurrãozinho,tá?rs bejs,chica

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, hoje estou passando por aqui apenas para te avisar que tem presentinho pra ti lá no sótão. Não sei se já viu, mas estou numa daquelas agitações de finalização de produção de textos, logo, saiu de mim e nem sempre volto a tempo. rs

    bom fim de semana carissima

    ResponderExcluir
  8. Fico indignada quando vejo ou escuto esses comentários sobre homossexuais...

    Hipocrisia sim... Homofobia sim... Enquanto não há um gay na sua família, e vemos sempre na família dos outros, tudo é lindo e romântico! Aceitamos de bom grado o fato.

    Agora, quando descobre-se o contrário, aí surge o preconceito intrínseco!!!!

    Olha, fico puta com as pessoas preconceituosas... Tudo bem, não é necessário que aceitem, porém, respeitem... Ninguém é gay porque quer ou porque decidiu de um dia para o outro....

    Fiz um trabalho sobre o turismo gay em SP e o pré tcc expliquei acerca da homossexualidade.

    Aprendi muito... E, só para corrigir, fala-se de orientação sexual e não de opção sexual..

    Beijinhos!!!!

    ResponderExcluir
  9. Se Gana fosse a exceção a todos os demandos , contradições e tudo que nos escandaliza e dói , bem estaríamos .
    Mas o que são os governos ? Organizações onde a maioria dos constituintes ainda não encontrou a sua identidade .
    E o pior é que não o sabem .

    ResponderExcluir
  10. Por isso a África (nao do sul) é pobre, tanto monetariamente e vejo agora mentalmente também.

    ResponderExcluir
  11. Ei, Bia, brigadin.

    Lu, um dos maiores males é a má intrepretação das coisas, a interpretamos segundo nossos valores - que estão deturpados -, e não como o são. Dai surge essa confusão.

    Jorge, como é verdade sua colocação, mas algo fica como ponto de interrogação: o que fazer então?

    Ai, Dama, se ainda podemos contemplar pessoas trabalhando como escravos, racismo e afins, podemos ver de tudo ainda. Como disse o Jorge, a questão é que o que constitui/produz isso é nossa humanidade...

    Maggie, estava conversando com um colega há um tempo atrás acerca dessa sede e fome que possuimos, essa pode ser mecanismos de superação, mas também de regressão.

    Chica, manda sim, o bicho tá pegando...hehe

    Oi, Lu, vi sim, brigadin pelo carinho e atenção. Boas produções por aí.

    Amiga, obrigada pela dica. Mas não sei se quando ocorre na família as pessoas vejam com bons olhos, as vezes, simplesmente engolem.

    Maria, sinceramente, a cada dia sinto essa identidade sendo desconstruída. Espero estar errada.

    Cris, não sei se isso tenha relação com a economia, por isso fiz questão de reforçar a experiência do meu amigo no país da África do Sul, ele viu coisas que pensamos não mais ocorrer. Como eu disse, construir algo historicamente construido é muito complexo.

    ResponderExcluir