Atitude do Pensar

Atitude do Pensar

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Flores e balões




Uns preferem flores...

Outros, como eu, balões.



Somos humanos.

Somos parecidos, mas não iguais.

Nossa digital não é a mesma, nossas verdades também não o são.

No entanto, jamais aprendemos a conviver em harmonia frente às nossas diferenças.

Antes o contrário, escolhemos furar os balões do outro, simplesmente por não serem flores.

Já disse, e repito. Ainda assim, prefiro os balões.


15 comentários:

  1. Eu também prefiro os balões. As flores pra mim sempre pertenceram aos jardins e a ninguém mais. rs E no caso de um balão furado ou murcho, basta escolher um outro e usar o ar que respiro para preenchê-lo. rs
    bacio e linda semana

    ResponderExcluir
  2. E se o balão tiver formato de flor e a flor tiver formato de balão?

    ResponderExcluir
  3. eu gosto dos dois, embora concorde com a Lu que elas ficam mais lindas nos jardins...

    ResponderExcluir
  4. Tô na turma dos balões. E vou roubar esta imagem, pode ficar informada. Vou deixar digitais pra voc~e seguir a pista, rsrsrs.

    ResponderExcluir
  5. Gosto do que me faz bem e isso pode bastar
    Abraços
    !!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Flores nos seus devidos momentos, muitas vezes especialíssimos...

    Balões para momentos alegres, festivos...

    Que tal usar os dois, uma bela festa pode-se fazer, unindo-se a beleza e o perfume das flores e o colorido dos balões. Só não se deve fazer que nem aquele padre que subiu aos céus pendurado em dezenas dele e se foi...... (aliás, padre este aqui da minha terra... rsss).

    K., façamos o seguinte: se precisar de alguém para encher os balões de ar, chame-me. Tenho pulmões fortes!

    Mas sinceramente não entendi. Flores e balões... oras...

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Acho que também prefiro os balões. Mas havemos de convir que as flores possuem uma grande vantagem: têm vida.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. concordo com o Léo na parte em que as flores tem vida, por tanto prefiro as flores!
    seu blog ta bombando, boa sorte com ele sempre!
    beijinhos colloridos

    ResponderExcluir
  9. Sim! Super concordo! Tem toda razão e peco nisso, mas tentando me consertar, nem que seja no fim da vida... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Ahhh, eu amo as flores, e amo os balões.

    Que tal os dois?

    Um beijo Keila, que é tão querida!

    ResponderExcluir
  11. Seu blog é muito bom por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui. Tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo se VC puder da uma passada La no meu blog. E VAI SER UM PRAZER SE PUDER ME SEGUIR...Bejs . Déia.........
    Esse é o link do meu blog
    http://wwwdeiablog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. prometo não furar seus balões, e mais que isso, prometo não deixá-los esvaziarem...

    ResponderExcluir
  13. Lunna, por isso um dos meus maiores desejos é morar em casa, ao invés de ap(e)rtamento. Assim há espaço para jardins e animais.
    Linda semana para ti também, querida.

    Diego, que ideia espetacular. Desde que não sejam flores enm balões mortos (longe da terra e doa ar) serão bem vindas!!!

    Long Haired, também gosto dos dois, meu problema está em ganhar flores. Detesto flores mortas (buquês) e flores em vasos são difíceis de cuidar...

    Lu, fique a vontade, eu roubei de outro blog também. E o pior, acho que nem deu tempo da pessoa ler que eu tinha pego...rsrs

    Marcelo, quero aprender a gostar somente do que me faz bem, mas enquanto humana, tenho tendências a gostar de coisas que não fazem tão bem.

    Blue, os homens em geral, nos dão flores. E flores mortas (buquês). Detesto ganhar flores mortas. Já balões, bolinhas de sabão são coisas tão alegres, lúdicas...preferia ganhá-las.
    Ok, se precisar grito daqui.

    Léo, mas a questão é essa: vida.
    Buquês representam flores mortas. Mas se for alguém realmente observador escolherá jardins ou vazos. E os balões, possuem ar = vida.

    Oi Faby, gosto tanto de flores, que tenho rosas, lírios, girassóis e flores africanas tatuadas, mas estas estão vivas enquanto eu estiver. Já os buquês, como tenho dito, são flores mortas, ou seja, seu tempo de vida é mínimo.

    Dama, no fim da vida não precisaremos estar perfeitos. Afinal, é o fim...ou será que o começo???!!!rsrs

    Sil, aqui você pode escolher o que quiser, mas acho que você iria preferir um lindo jardim para admirar ao acordar. Estou enganada??

    Olá, Déia. Obrigada pela visita e comentário. Será um prazer conhecer um pouco do seu mundo.

    Débora, quando li seu comentário senti o peito acelerar. Putz, não deixar esvaziar. Isso sim, é uma resposta contra o desrespeito as diferenças. Aliás, está acima das minhas expectativas. Fodástico, menina.

    ResponderExcluir
  14. Keila ,

    e que tal balões com flores amarradas aos balões ?

    Bem mas nesta coisa das preferências o que gosto mesmo ... é do respeito à diferença .

    Abraço ou beijo , o que preferir .

    ResponderExcluir
  15. Maria, uma de nossas raridades enquanto qualidades humanas: respeito pelas diferenças.
    Sendo que, na verdade deveria ser obrigação e não qualidade.
    Bju e abraço

    ResponderExcluir